Praga, capital da República Tcheca, até um tempo atrás nunca esteve em minhas prioridades de viajem, confesso que pouco sabia sobre o leste europeu.

Praga – República Tcheca

Mas quando se pesquisa viagens baratas pela Europa, Praga é um dos destinos mais citados, e como na época a grana estava curta, embarquei nessa ideia.

Praga é localizada no Leste Europeu, mas apesar de fazer parte da União Européia sua moeda local é a Cora Tcheca e não o euro, como seus vizinhos. Com o euro nas alturas, a cidade é uma boa opção para uma viagem mais barata pela Europa fugindo da zona do euro.

Mas é bom ter em mente que Praga é hoje uma das cidades mais procuradas e visitadas da Europa, fazendo com que qualquer passeio, em alta temporada, se torne em uma maratona. 

Por esse e muitos outros motivos, Praga foi amor a primeira vista. Essa cidade me surpreendeu demais. Sem dúvidas uma cidade para ser (re)visitada!

Confira as dicas!!

Como chegar em Praga? 

Praga é uma cidade super tranquila de chegar. Partindo de Lübeck, pagamos um trem na Hauptbahnhof com apenas uma conexão. Minha cachorra agradece quando não tem tantas trocas e ela consegue dormir a viagem toda. 

A viagem Lübeck – Büchen – Praga durou cerca de 7h. Sempre que compro minhas passagens confiro no site da Omio a melhor opção de horário e conexão. O máximo do site é que você compara os preços de trem, ônibus e avião. Você consegue ver o melhor custo benefício para o seu estilo e renda. 

Clique aqui para ganhar desconto na sua primeira reserva pela Omio. 

A estação central de Praga é super bem localizada, com acesso a ônibus, Tram e metrô. Próximo a ela encontramos também a Praça Venceslau, um dos principais pontos turísticos.

Onde se hospedar?

Achar uma hospedagem boa e barata não é uma tarefa difícil. A cidade conta com uma rede hoteleira de qualidade. Nós optamos pela hospedagem em Airbnb, pois estávamos com cachorro e queríamos ter cozinha para dar aquela economizada com alimentação. E não nos arrependemos.

Apesar do nosso apartamento ser um pouco afastado do centro histórico de Praga, não tivemos problemas. Na rua mesma rua tínhamos acesso ao ônibus 207 que nos deixava bem próximo à praça da Cidade Velha.

Quanto tempo ficar?

Praga é uma cidade cheia de atrações e lugares turísticos e é preciso tempo para conhecer toda essa maravilha que a cidade tem a oferecer. Minha visita a praga durou 3 dias e ficou aquela sensação de quero mais.

Transporte em Praga

Praga possui uma excelente rede de transporte, contando com ônibus, Tram (bondes), metrô e taxi.

Tram, os bondes pela cidade

As passagens podem ser compradas no metrô, nas bancas e tabacarias. Diferente de outros lugares, não dá para comprar a passagem diretamente no ônibus, é necessário ter o ticket. Por isso, se você pretende usar ônibus e bondes, é conveniente ter sempre alguma passagem a mão. O tempo só começa a contar quando a passagem é validada.

Nunca esqueça de validar a passagem. Embora a fiscalização não seja tão frequente, é provável que de vez em quando algum revisor te peça para a passagem e caso, você não a possua ou a mesma não tenha sido validada, uma multa pode ser aplicada. Então todo cuidado é pouco.

Você deve validá-la nas máquinas amarelas instaladas nos bondes e ônibus, ou nas máquinas que existem no metrô antes de descer para a plataforma. 

O que comer em Praga?

A culinária de Praga é bem parecida com a alemã e se baseia principalmente na carne de porco. O prato mais típico de Praga é o goulash em suas diversas variantes. A base é um refogado de carne com vegetais.

De geral come-se muito bem em Praga e sem pagar caro por isso, especialmente se você fugir um pouco da zona turística da cidade. Andando poucas quadras desses lugares super turísticos você encontra lugares bons e baratos, pagando-se por volta de CZK 200 – 300 por uma refeição (já com bebida inclusa – no meu caso cerveja).

De todas as comidas de Praga, sem dúvidas a mais famosa da cidade é o doce Trdelník, praticamente uma orgia “gastronômica”. O quase impronunciável Trdelník é uma espécie de pão doce assado em espiral em grandes tubos, passado no açúcar, amêndoas e canela. Para mim parece mais um churros gigante. O doce é vendido em diversas barracas e estabelecimentos do centro histórico. Os sabores são diversos desde o natural ao recheado com Nutella, passando pelos com sorvete e morangos. Você não pode deixar a cidade sem ao menos experimentar essa delícia gastronômica. É bom demais!

Passeios e locais turísticos

Praga abriga o maior castelo do mundo e patrimônio histórico da humanidade pela Unesco, o castelo de Praga. Sua principal construção é a Catedral de São Vito que pode ser vista por vários ângulos da cidade.
Na praça da Cidade Velha, encontramos o Relógio Astronômico, a Catedral de Tyn e a Igreja de São Nicolau, além de muitas atrações que atraem s atenção dos turistas.

Queridinha dos turistas, a Ponte Carlos liga o bairro da Cidade Velha ao bairro do Castelo em Malá Strana

Fiz um post específico sobre O que fazer em Praga com dicas sobre os principais locais turísticos da cidade.

Pesquisando sobre Praga? Foi e gostaria de contar sua experiência?

Deixe suas dúvidas, dicas e comentários!

Até a próxima e bora viajar!!

Você também pode gostar:

2 comentários

  1. Hey!
    This is my first visit to your blog! We are a collection of volunteers
    and starting a new
    initiative in a community in the same
    niche. Your blog provided us useful information
    to work on. You have done a wonderful job!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.