Quando o assunto é viajar, quem tem animal de estimação, fica com aquela dúvida sobre com quem deixar seu animal ou evita viajar para não deixar o animal sozinho. Mas por que não levá-lo em sua viagem? Se você sonha em viajar com seu pet, confere o post que eu vou te ajudar a como levar seu amigo para Europa.

Vitória em Praga

De todas as dúvidas sobre ir morar na Alemanha, a única certeza era, meus cachorros vão junto. Então, no início de 2019, comecei o processo para levar meus 3 pentelhos nessa aventura de morar na Europa. Então chega de enrolação e vamos para o passo a passo do processo.

Duração do Processo

A duração do processo inteiro demora mais ou menos 5 meses, com todos os passos seguindo a cronologia correta. Então fiz esse passo a passo do processo de viagem para a Europa (exceto Reuno Unido, Irlanda, Finlândia, Malta e Suécia, que pedem documentações extras) para você conseguir se organizar com antecedência.

Passo 1 – Microchipagem

Antes de mais nada procure seu veterinário de confiança e converse sobre o processo para levar seu animal para viagens internacionais e solicite um microchip compatível com as normas ISO 11784 e ISO 11785, o padrão internacional, ou se não você vai precisar levar um leitor para o país de destino.

O microchip é aplicado, geralmente, no dorso do animal e não demora nada. E fique tranquilo, a aplicação dói mais no coração da gente do que em nosso bichinho.

Após a aplicação você recebe o Certificado de Microchipagem, nele precisa constar o nome do animal, a raça, o nome do proprietário e o número do chip. Confere todos os dados, pois tudo precisa bater com a carteira de vacinação do seu pet.

Comprovante Microchip

Passo 2 – Vacinação antirrábica

Após aplicação do microchip, você precisa fazer a vacinação antirrábica. E é super importante constar na caderneta de vacinação do seu animal o fabricante, lote e data de fabricação, data da vacina, validade, o carimbo e a assinatura do veterinário. É o básico de qualquer carteirinha de vacinação.

Passo 3: Laudo da Sorologia Anti-Rábica

Essa é a fase crucial do processo. Após trinta dias da vacinação contra raiva, é necessário fazer a coleta de sangue para sorologia anti-rábica. Mas preciso esperar esse tempo todo? Infelizmente sim. Trinta dias é o tempo necessário para seu pet produzir anticorpos contra a raiva e o animal precisa estar com a sorologia positiva para dar continuidade ao processo.

A sorologia é um exame específico que faz a contagem de anticorpos presentes no sangue do animal. Após a coleta de sangue pelo veterinário, amostra do sangue do animal será centrifugada e o soro do sangue será coletado. O soro precisa ser analisado por um laboratório credenciado pela União Européia – e atualmente no Brasil só tem um.

Laudo da Sorologia Anti-Rábica no Brasil

Atualmente o Brasil têm apenas um laboratório que está fazendo o Exame da Sorologia Antirrábica.

Núcleo de Pesquisas em Raiva (Laboratório de Virologia Clínica e Molecular do Instituto de Ciências Biomédicas)

Universidade de São Paulo
Av. Prof. Lineu Prestes, 1374, room 225°
05508-000 São Paulo

Tel: +55 11 99158 – 8311
e-Mail: nprusp@gmail.com

Embora muitos laboratórios estejam na lista de laboratórios credenciados pela União Européia, após o encerramento da elaboração desse exame pelo laboratório de Minas Gerais, desde abril de 2020 o exame está sendo realizado pelo laboratório da Universidade de São Paulo.

Laudo da Sorologia Anti-Rábica no Exterior

Você também pode solicitar a análise do material em um laboratório autorizado pela União Européia no exterior, como nos Estados Unidos ou no Chile. O contato você encontra na lista acima.

A solicitação pode feita junto ao seu veterinário, junto com um laboratório parceiro de laboratórios no exterior ou enviar diretamente você mesmo. Para isso, a amostra precisa ter sido coletada de forma correta, centrifugada e mantida em temperatura correta, se não perderá a validade. Em todos os casos, o valor vai sair um pouco mais alto.

Resultado da Sorologia

Entre 2 – 4 semanas após o envio do sangue para análise, você (caso tenha solicitado diretamente) ou seu veterinário irão receber o resultado. Os anticorpos do seu animal precisam ser de, no mínimo, 0,5 UI/ml. Se o resultado for inferior a 0,5UI/ml, você vai precisar repetir todo o processo desde a aplicação.

NOTA: A sorologia positiva é um documento que dura por toda a vida do bichinho, mas para isso a vacina anti-rábica precisa continuar válida. Basta apenas manter seu animal vacinado, respeitando corretamente a data da última vacinação. Sendo assim, a sorologia pode ser utilizadas nas suas próximas viagens com seu pet.

Passo 4: Quarentena

No dia da coleta de sangue para sorologia, seu animal entrará em quarentena. Sei que atualmente esse nome assusta, mas nesse caso é muito simples: é só aguardar.

Mesmo que em 2 semanas, seu animal tenha a contagem de anticorpos correta, você precisa aguardar para dar continuidade ao processo. Para a entrada de animais na União Européia, os mesmos precisam ser submetidos à quarentena de 90 dias entra a coleta de sangue até a emissão do CZI de embarque.

Como já mencionei anteriormente, a sorologia correta não tem validade de uso. Então tendo ela em mãos, é só fazer contas e agendar sua passagem se baseando nesses 90 dias. No nosso caso, o microchip foi aplicado final de fevereiro, a vacina foi aplicada em março de 2019 e a coleta de sangue em abril. A Vitória viajou em novembro e dos outros 2, Taylor e Jacob, em março de 2020.

Então o que eu aconselho é: faça o documento com bastante antecedência, mesmo que sua viagem esteja planejada só lá para o futuro

Passo 5: Atestado de Saúde do Veterinário

Para embarcar com seu animal, é necessária fazer uma visita à Vigiagro e pegar o CZI, porém você vai precisar de um atestado de saúde emitido até 72 horas antes do seu horário agendado no órgão oficial.

Assim que souber a data do agendamento na Vigiagro, marque uma consulta com seu veterinário e solicite o atestado de saúde. Certifique-se que no documento consta a assinatura e o carimbo do veterinário e fique atento para não exceder as 72 horas e invalidar o documento.

Passo 6: Visita à Vigiagro

Após a compra da sua passagem aérea, é necessário entrar em contato com a companhia aérea e reservar o lugar do animal no vôo. Após a reserva do animal no vôo, você já pode entrar em contato com a Vigiagro e agendar sua visita.

Tente marcar uma data entre 10 e 3 dias antes do seu embarque para ir até a Vigiagro. Em casa, ao conferir o documento, minha esposa encontrou um erro no número do microchip e ela teve que retornar na Vigiagro para emitir uma nova CZI. Por isso, agende uma data com folga antes do seu vôo.

Agora é hora de emitir o documento mais importante para viajar com animais: o CZI – Certificado Zoosanitário Internacional. Este documento reúne todas as informações do processo que você fez até agora e com ele é emitida uma autorização para que seu pet possa embarcar.

Documentos necessários na Vigiagro:
  • Certificado/comprovante de aplicação do microchip com o código
  • Caderneta de Vacinação com o comprovante da vacina anti-rábica em dia
  • Laudo da Sorologia Anti-Rábica com anticorpos acima de 0,5 UI/ml. Tratamento contra Ecchinococus granulosus para Irlanda, Noruega e reino Unido.
  • Duas cópias de todos os documentos acima – certificado do microchip, carteira de vacinação e sorologia
  • Atestado de Saúde emitido pelo médico veterinário particular
  • Requerimento para Fiscalização de Animais de Companhia preenchido (baixe aqui). Salve este documento no seu computador para preencher os campos obrigatórios [1], [2], [3] e [4] e imprimir, datar e assinar no espaço REQUERENTE.
  • Modelo de CZI conforme país de destino  – (baixe aqui) escolher o modelo do país, imprimir em duas vias e preencher com as informações do animal. Este documento NÃO deve ser assinado pelo médico veterinário particular, a assinatura é dada pelo veterinário da Vigiagro.
  • Comprovante de embarque (Passagem, Comprovante de Compra etc)
  • Endereço que você vai ficar hospedado quando chegar no país
  • Qualquer informação extra que possa te ajudar a entender os requisitos para a emissão do CZI

Quando eles te entregarem os documentos do CZI, confira todos os dados quantas vezes precisar. O nosso estava errado e tivemos que voltar na Vigiagro para consertar. Qualquer errinho de digitação aqui pode comprometer a entrada do seu animal na União Europeia. O documento sai na hora e agora é só preparar as malas!

Vitória, Jacob e Taylor em Lübeck – Alemanha

O processo para levar seu pet para Europa é demorado, relativamente caro, mas não é impossível de fazer sozinho. Esse processo foi exatamente o que fizemos com nossos 3 pentelhinhos para nos mudar para a Alemanha e, dessa forma, economizamos bastante dinheiro com despachante.

Confira também o post Viagem para Europa: documentos exigidos.

Gostou das dicas? Ficou alguma dúvida durante o processo? Deixe sua pergunta, sugestão e comentários!

Você também pode gostar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.